sábado, 30 de julho de 2011

O que fazer quando não consegue pagar o condomínio?

Não pagar as dívidas do condomínio pode gerar uma bola de neve de cobranças devido às multas e juros e você pode até perder o imóvel. O que fazer? O jeito é negociar.
Todos nós estamos sujeitos à problemas que nos impede de pagarmos as contas mesmo quando a economia anda à todo vapor. E o que fazer quando não consegue pagar o condomínio?
Antes temos que saber qual o procedimento que o condomínio faz para condôminos inadimplentes para depois analisar o que fazer para pagar a dívida. Primeiramente o condomínio cobra 2% de multa sobre o valor do débito, atualização monetária e juros de 1% ao mês. Para o devedor esses números são bem menores do que se devesse cartão de crédito. Talvez se o valor da multa fosse maior não teria tanta gente sem pagar o condomínio.
falta de pagamento

Nome no SCPC

Outra providência que o condomínio toma é o protesto do boleto não pago em órgãos de proteção ao crédito. Com este protesto o condômino fica com o nome manchado e não pode comprar nada à prazo.

Ação Judicial

condomínio pode promover uma ação judicial de cobrança. E todos os débitos vencidos e os futuros que vencerem serão englobados até a data do pagamento final. Sobre esse total serão acrescentados custas judiciais e os horários do advogado que será fixado pelo juiz entre 10% e 20% sobre o montante (despesas de condomínio + atualização monetária + multas + juros). Com isso o valor crescerá de forma bem significativa.

Perda do Imóvel

Na ação judicial a situação pode piorar. O juiz pode penhorar o imóvel mesmo que seja um bem de família. A lei não protege esse bem em débitos e despesas de condomínio.
Depois que o imóvel é penhorado ele vai para leilão e com isso haverá mais custas com editais de leilão e avaliação judicial do imóvel. E se o imóvel não for arrematado no primeiro leilão ele vai para a chamada “segunda praça” no qual o imóvel pode ser vendido por 60% do valor da sua avaliação.
leilão imóveis

O imóvel foi arrematado no leilão

Depois que o imóvel foi arrematado no leilão o condomínio extrairá do valor a quantia do débido que tem direito. Outros credores poderão penhorar o saldo também, como por exemplo, a prefeitura pegar o valor dosIPTUs atrasados. O condômino inadimplente terá direito a receber o valor que sobrar depois que todos os credores receberam.

Negociar é a melhor alternativa

Depois de analisar as consequências que a falta do pagamento do condomínio pode causar, a pergunta feita no início deste texto fica fácil responder. A melhor alternativa é negociar com o síndico ou com a administradora do condomínio antes que seja iniciada as cobranças judiciais.
O melhor argumento é falar aos administradores do condomínio que os procedimentos judiciais demoram muito. Sendo assim, firmar um acordo facilitará para o condomínio que poderá receber mais rápido e será mais proveitoso.
Em resumo: o problema não é dever de vez em quando, e sim, tentar fugir da responsabilidade. É possível ficar bem com o credor, mas é necessário bastante esforço e será menos prejudicial. (Mundial Imóveis)