domingo, 10 de dezembro de 2017

Caminhado pelo ufano até a cadeia

Acertada a fala de FHC a respeito de Lula e a campanha de 2018, quando diz “Prefiro combatê-lo na urna a vê-lo na cadeia”.

Eu que sempre combati a forma de ver e fazer política do PT e do seu líder maior, Lula da Silva, concordo plenamente, e acrescento ainda que, sobe seu governo, tivemos um grande avanço na área social, com isso criou-se a expectativa, mas hoje frustrada, de dias melhores.

Como disse, a forma de fazer política foi o erro do PT e de seus líderes, principalmente quando de cooptação dos partidos e pessoas, visando o engrandecimento da base de apoio, ficando claro que a imagem ufana do país, tinha como finalidade o crescimento desmedido de um líder egocêntrico e populista.


De Julio Cunha

quarta-feira, 15 de novembro de 2017

O descarado tango de Brasília


O fato de José Dirceu (ex-ministro da Casa Civil, no governo Lula) está na festa de aniversário da sua mulher, entre convidados e amigos, curtindo um samba, com muita animação e dança, não é motivo para que nós cidadãos, contribuintes e eleitores venha a se bestificar com tal espetáculo de uma vida privada.

No episódio podemos encontrar personas que foram julgadas e condenadas no processo legal por crimes graves, apontados no escândalo do Mensalão, e Dirceu a dançar, em meio a reincidência dos crimes imputados sobre ele, hoje condenado na Operação Lava Jato a mais de 30 anos de prisão.

Não, não devemos estar abismados com tanta lassidão de moralidade, mas temos de cobrar do judiciário que, ao final, não venha a ocorrer o abrandamento da pena, pois a reincidência no cometimento do crime é perdurável e pode ser revalidado pelo eleitor imprudente.

De Júlio Cunha

segunda-feira, 13 de novembro de 2017

Geraldo Alckmin busca unir o PSDB


O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, foi ovacionado neste domingo, 12, como pré-candidato ao Palácio do Planalto por militantes e dirigentes tucanos durante a convenção paulista do PSDB. Em meio à disputa pelo comando nacional da legenda, pela primeira vez ele mudou o tom e já não descarta mais a possibilidade de assumir a sigla. Aos correligionários e lideranças de cinco partidos aliados, Alckmin fez um discurso de campanha para destacar a necessidade de união dos integrantes de sua legenda.

Alckmin chegou à Assembleia Legislativa, na capital paulista, local da convenção, ao lado do ex-governador Alberto Goldman, que assumiu o cargo de presidente interino do partido após o senador Aécio Neves (MG) destituir o colega Tasso Jereissati (CE) do posto. Tasso e Marconi Perillo, governador de Goiás, vão disputar o comando da legenda na convenção nacional marcada para o dia 9 de dezembro. O tucano foi cercado por militantes que pediam “Geraldo presidente”.

“Nós precisamos de unidade. Mas eu pergunto: união e unidade para quê? Para mudar o Brasil. Essa tem de ser a nossa mensagem, a nossa proposta. Com todos os riscos e com muita coragem”, disse. Em seguida, afirmou que é a hora de o PSDB voltar às suas origens, ir ao encontro do povo, buscar a eficiência da gestão para reduzir as desigualdades e fazer o País voltar a crescer...

De Brasília Agora

quarta-feira, 8 de novembro de 2017

Como ir ao Comunismo sem medo?


O turismo dos intitulados defensores do proletariado, na União Soviética, se resume a pessoas e organizações partidárias espalhadas pelo mundo, e são recepcionados por políticos, partidos e agremiações que hoje fazem oposição ao governo de Vladimir Putin.

É bem verdade que o encontro, com festas e comemorações ao PC em todo o mundo, está simbolicamente direcionado ao momento único da história, passada em outubro de 1917 (calendário juliano), marcado pela ascensão de um líder dito carismático, mas também populista, que se voltou contra o regime imperial, á época, e quê, com passar dos anos, o emblemático líder, tratou de chancelar seu regime impondo diretrizes e orientações a todo seus seguidores, manifestado que fora dele não existe governo sustentável.

Hoje os defensores do regime socialista, quando desfrutam das modernidades capitalista e de um mundo globalizado e moderno, vem-se a caminhar, orientados por ponteiras de bússolas em sentido contrário.

De Júlio Cunha


quarta-feira, 1 de novembro de 2017

Grupo do Aécio continua infernizando o presidente do PSDB


Houve um verdadeiro tumulto na reunião da bancada do PSDB na Câmara, realizada nesta terça-feira, causado principalmente por apoiadores do partido ao governo Temer e principalmente pela permanência do senador Aécio Neves no comando da sigla.

A assunto principal estava relacionado a contratação de uma empresa que cuidará da comunicação e das redes sociais do partido. A reação de parlamentares se deu por não concordarem com a escolha e principalmente com a calma e transparência imposta pelo presidente interina ao tratar da administração e dos interesses do partido.

“Foi uma reação delirante de Minas e Goiás. Não entendi, uma coisa atabalhoada. Esse PSDB desses caras não é o meu PSDB. Mas enquanto eu for presidente interino vou continuar até o fim com o projeto de reestruturar o PSDB”, comentou Tasso.

De Julio Cunha

sábado, 14 de outubro de 2017

Senado entrega Aécio ao STF


Essa historia de dizer que o STF cedeu aos parlamentares, dando-lhes o direito de julgar o político, acusado de corrupção, por seus pares, também corruptos, e um verdadeiro exercício de desserviço, que na verdade só aumenta a instabilidade política no país, contribuindo de certa forma para o aumento da impunidade e o livramento dos mal-feitores, pois ao desacreditar as instituições, sem almenos ter um conhecimento dos fatos e principalmente das Leis a serem observadas, trazem um verdadeiro terrorismo a população.

Quem acha que o STF está salvando o senador Aécio Neves da punição de algum crime, não entende toda a nuance que envolve o caso de afastamento de um parlamenta, pois vejamos - Os fatos acusatórios apresentados até o momento contra o senador, não caracteriza um flagrante de crime, e quando se trata de parlamenta em pleno exercício da função, o flagrante será o único motiva, segundo a Constituição, para que o senador seja afastado.

No caso do Aécio, a decisão por maioria dos membros do STF não irá liberta-lo de uma condenação, após o processo legal segue no âmbito judicial, e quanto a votação por seus colegas senadores autorizando seu afastamento, os mesmos terão a oportunidade da inicio a tão esperada limpar no parlamento, tirando aquele que desrespeita a vontade e os interesses da população, é assim que espero, é assim que será.

Julio Cunha

domingo, 24 de setembro de 2017

Rocinha em ataque


A Rocinha, onde moram oficialmente 70.000 pessoas, vive em estado de exceção desde o último domingo, quando um bando de criminosos invadiu a favela em uma disputa interna entre líderes da facção Amigos dos Amigos que domina o tráfico de drogas na região. Segundo informações divulgadas pela imprensa local, o traficante Nem da Rocinha, preso desde 2011 e cumprindo pena numa cadeia federal de segurança máxima, teria ordenado a retomada do território do seu sucessor e ex-segurança, hoje desafeto, Rogério 157. O bando de Rogério 157 revidou e foram horas de confronto armado sem que as autoridades intervissem ou prevenissem o embate, apesar de terem reconhecido que detinham informações de inteligência sobre a iminência de uma invasão devido ao racha interno da facção. Encontraram-se quatro mortos, dois deles carbonizados.

A Polícia Militar começou suas operações na segunda e, desde então, repetem-se os tiroteios entre agentes e traficantes, o comércio de algumas áreas fechou, o transporte de ônibus foi interrompido, as vias de acesso foram várias vezes interditadas e muitos moradores estão em pânico. “Eu só quero paz, não me importa quem ganhe ou perca esta batalha”, dizia uma empregada doméstica, idosa e ofegante ao ter que subir a pé até sua casa, no alto do morro, ante a ausência de vans. Nesta sexta-feira, cinco dias depois do inícios dos confrontos, o Exército foi chamado e 950 militares, que surpreendiam pela sua juventude, cercaram a comunidade. Os moradores, no meio da espetacular operação, eram telespectadores atônitos da sua própria tragédia retransmitida ao vivo nas TVs acesas das barbearias, botequins e pontos de mototaxistas. As últimas informações da cúpula da Secretaria de Segurança Pública do Rio apontam que a invasão supostamente ordenada por Nem foi frustrada e que Rogério 157 resiste –“acuado”– no interior da mata da floresta da Tijuca que circunda a favela...

De El País, Brasil

terça-feira, 19 de setembro de 2017

Recife com destino a Portugal


A TAP aumenta a oferta de voos a partir da cidade de Recife, PE. A companhia passa a operar oito voos semanais a partir de 29 de outubro, no período de maior procura, principalmente nas datas comemorativas do Natal e Ano Novo.

A partir do final do mês de março de 2018 – a companhia contará também com 10 voos semanais no período de maior tráfego de passageiros, este aumento da oferta se dá pela progressiva retomada do mercado brasileiro, que após um período de retração apresenta novamente sinais de crescimento.

No último mês de agosto, o mercado brasileiro cresceu 7,7% em número de passageiros transportados, em comparação a agosto de 2016, por sua vez, no acumulado de janeiro a agosto, a TAP transportou mais 13,2% de passageiros do que no mesmo período, alcançando mais de um milhão de passageiros transportados nas rotas para o Brasil.

De Portugal Digital

segunda-feira, 18 de setembro de 2017

Emmy 2017


Mais importante premiação da televisão americana, O Emmy aconteceu neste domingo (17). Confira abaixo a lista completa dos indicados e, em negrito, os vencedores:

Série Dramática
Better Call Saul
House of Cards
Stranger Things
The Crown
The Handmaid’s Tale
This Is Us
Westworld

Ator em Série Dramática
Anthony Hopkins, de Westworld
Bob Odenkirk, de Better Call Saul
Kevin Spacey, de House of Cards
Liev Schriber, de Ray Donavan
Matthew Rhys, de The Americans
Milo Ventimiglia, de This Is Us
Sterling K. Brown, de This Is Us

Atriz em Série Dramática
Claire Foy, de The Crown
Elisabeth Moss, de The Handmaid’s Tale
Evan Rachel Wood, de Westworld
Keri Russell, de The Americans
Robin Wright, de House of Cards
Viola Davis, de How to Get Away with Murder

Ator Coadjuvante em Série Dramática
Jonathan Banks, de Better Call Saul
John Lithgow, de The Crown
Mandy Patinkin, de Homeland
Michael Kelly, de House of Cards
David Harbour, de Stranger Things
Ron Cephas Jones, de This Is Us
Jeffrey Wright, de Westworld

Atriz Coadjuvante em Série Dramática
Ann Dowd, de The Handmaid’s Tale
Samira Wiley, de The Handmaid’s Tale
Uzo Aduba, de Orange Is the New Black
Millie Bobby Brown, de Stranger Things
Chrissy Metz, de This Is Us
Thandie Newton, de Westworld

Série Cômica
Atlanta
Black-ish
Master of None
Modern Family
Silicon Valley
Unbreakable Kimmy Schmidt
Veep

Ator em Série Cômica
Anthony Anderson, de Black-ish
Aziz Ansari, de Master of None
Donald Glover, de Atlanta
Jeffrey Tambor, de Transparent
William H. Macy, de Shameless
Zach Galifianakis, de Baskets

Atriz em Série Cômica
Alisson Jane, de Mom
Ellie Kemper, de Unbreakable Kimmy Schmidt
Jane Fonda, de Grace and Frankie
Julia Louis-Dreyfus, de Veep
Lilly Tomlin, de Grace and Frankie
Pamela Adlon, de Better Things
Trace Ellis Ross, de Black-ish

Ator Coadjuvante em Série Cômica
Louie Anderson, de Baskets
Ty Burrell, de Modern Family
Alec Baldwin, de Saturday Night Live
Titus Burgess, de Unbreakable Kimmy Schmidt
Tony Hale, de Veep
Matt Walsh, de Veep

Atriz Coadjuvante em Série Cômica
Anna Chlumsky, de Veep
Vanessa Bayer, de Saturday Night Live
Leslie Jones, de Saturday Night Live
Kate McKinnon, de Saturday Night Live
Kathryn Hahn, de Transparent
Judith Light, de Transparent

Série Limitada
Big Little Lies
Fargo
Feud: Bette and Joan
Genius
The Night Of

Filme para a Televisão
Black Mirror: San Junipero
Dolly Parton’s Christmas of Many Colors: Circle of Love
Sherlock: The Lying Detective (Masterpiece)
The Immortal Life of Henrietta Lacks
O Mago das Mentiras

Ator em Série Limitada ou Filme para a Televisão
Benedict Cumberbatch, de Sherlock: The Lying Detective
Ewan McGregor, por Fargo
Geoffrey Rush, por Genius
John Turturro, por The Night Of
Riz Ahmed, de The Night Of
Robert de Niro, por O Mago das Mentiras

Atriz em Série Limitada ou Filme para a Televisão
Carrie Coon, de Fargo
Felicity Hoffman, de American Crime
Jessica Lange, de Feud: Bette and Joan
Nicole Kidman, de Big Little Lies
Reese Whiterspoon, de Big Little Lies
Susan Sarandon, de Feud: Bette and Joan

Ator Coadjuvante em Série Limitada ou Filme para a Televisão
Alexander Skarsgard, de Big Little Lies
David Thewlis, de Fargo
Alfred Molina, de Feud: Bette and Joan
Stanley Tucci, de Feud: Bette and Joan
Bill Camp, de The Night Of
Michael Kenneth, de The Night Of

Atriz Coadjuvante em Série Limitada ou Filme para a Televisão
Regina King, de American Crime
Laura Dern, de Big Little Lies
Shailene Woodley, de Big Little Lies
Judy Davis, de Feud: Bette and Joan
Jackie Hoffman, de Feud: Bette and Joan
Michelle Pfeiffer, de O Mago das Mentiras

Reality ShowThe Amazing Race
American Ninja Warrior
Project Runway
RuPaul’s Drag Race
Top Chef
The Voice

Programa de Esquetes
Billy on the Street
Documentary Now!
Drunk History
Portlandia
Saturday Night Live
Tracey Ullman’s Show

Talk Show
Full Frontal with Samantha Bee
Jimmy Kimmel Live!
Last Week Tonight with John Oliver
The Late Show with Stephen Colbert
The Late Late Show with James Corden
Real Time with Bill Maher

Roteiro de Série Dramática
Joel Fields e Joe Weisberg, de The Americans
Gordon Smith, de Better Call Saul
Peter Morgan, de The Crown
Bruce Miller, de The Handmaid’s Tale
The Duffer Brothers, de Stranger Things
Jonathan Nolan, de Westworld

Roteiro de Série Cômica
Donald Glover, de Atlanta
Stephen Glover, de Atlanta
Aziz Ansari e Lena Waithe, de Master of None
Alec Berg, de Silicon Valley
Billy Kimball, de Veep
David Mandel, de Veep

Roteiro de Série Limitada ou Filme para a Televisão
David E. Kelley, de Big Little Lies
Charlie Brooker, de Black Mirror
Noah Hawley, de Fargo
Ryan Murphy, de Feud: Bette and Joan
Jaffe Cohen, Michael Zam e Ryan Murphy, de Feud: Bette and Joan
Richard Price e Steven Zaillian, de The Night Of

Roteiro de Programa de Variedades
Full Frontal with Samantha Bee
Last Week Tonight with John Oliver
Late Night with Seth Meyers
The Late Show with Stephen Colbert
Saturday Night Live

Direção de Série CômicaDonald Glover, de Atlanta
Jamie Babbit, de Silicon Valley
Mike Judge, de Silicon Valley
Morgan Sackett, de Veep
David Mandel, de Veep
Dale Stern, de Veep

Direção de Série Dramática
Vince Gilligan, de Better Call Saul
Stephen Daldry, de The Crown
Reed Morano, de The Handmaid’s Tale
Kate Dennis, de The Handmaid’s Tale
Lesli Linka Glatter, de Homeland
The Duffer Brothers, de Stranger Things
Jonathan Nolan, de Westworld

Direção de Série Limitada ou Filme para a Televisão
Jean-Marc Vallée, de Big Little LiesNoah Hawley, de Fargo
Ryan Murphy, de Feud: Bette and Joan
Ron Howard, de Genius
James Marsh, de The Night Of
Steven Zaillian, de The Night Of

Direção de Programa de Variedades
Jeremy Konner e Derek Waters, de Drunk History
Andy Fisher, de Jimmy Kimmel Live!
Paul Pennolino, de Last Week Tonight with John Oliver
Jim Hoskinson, de The Late Show with Stephen Colbert
Don Roy King, de Saturday Night Live

De Emmy

sábado, 9 de setembro de 2017

Irma obriga a maior retirada de moradores de sua história

 Fugindo do Irma

O furacão Irma voltou à categoria 5, a mais alta na escala Saffir-Simpson, e está avançando neste sábado (09/09) pelo arquipélago de Camaguey, no norte de Cuba, onde a tocou terra na noite de sexta-feira, com ventos de até 260km/h, segundo o Centro Nacional de Furacões (NHC, sigla em inglês) dos Estados Unidos.

Segundo o NHC, o Irma seguirá avançando durante o sábado pelo norte de Cuba até fazer um giro para Noroeste, em direção à Flórida, nos Estados Unidos, onde poderá chegar entre a noite de sábado e manhã do domingo, antes de seguir caminho por terra até a Georgia e Carolina do Sul.

O governo da Flórida ordenou na sexta-feira a maior retirada de pessoas da história do estado americano. De acordo com o responsável do programa de furacões da Flórida, Andrew Sussman, perto de 5,6 milhões de moradores – cerca de um quarto da população – receberam ordem de evacuação devido aos perigos mortais do furacão. Na Georgia, o governo determinou que 540 mil pessoas se retirassem da região costeira...

De DW

quinta-feira, 7 de setembro de 2017

Mudanças nas regas eleitorais de 2018


A Câmara dos Deputados aprovou nesta semana uma Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que institui a chamada cláusula de barreira e proíbe a realização de coligações partidárias em eleições para deputados e vereadores - medidas que dificultam a sobrevivência de partidos pequenos.

Pela proposta, a partir da eleição de 2018, só terão acesso ao fundo eleitoral e à propaganda eleitoral gratuita no rádio e na TV partidos que preencham os seguintes requisitos: obtenham ao menos 1,5% dos votos válidos na eleição para a Câmara, distribuídos por ao menos nove Estados (com mínimo de 1% dos votos em cada um desses Estados); ou elejam ao menos nove deputados vindos de pelo menos nove Estados.

As barreiras aumentariam progressivamente até 2030, chegando a 3% dos votos em ao menos nove Estados (com mínimo de 2% em cada um deles), ou a eleição de 15 deputados em ao menos nove Estados...

De João Fellet, BBC Brasil

Mundo

Mundo

Opinião

Opinião

Cotidiano

Cotidiano

Princípio

Princípio

Esporte

Esporte

Mercado

Mercado

Governo

Governo

terça-feira, 22 de agosto de 2017

Eletrobras atrai interesse após proposta de desestatização e ações disparam



O processo de desestatização da Eletrobras, que deve estar concluído até o final do primeiro semestre do ano que vem, ainda não tem uma modelagem, mas já desperta interesse de empresas e animou investidores, com as ações da estatal disparando mais de 40 por cento.

Os ganhos que a União venha a ter neste processo, que poderiam ajudar no fechamento das contas públicas, dependeriam da posterior venda de hidrelétricas da Eletrobras que hoje operam no regime de cotas, gerando energia a preços baixos.

Em troca da descotização, que permitiria a venda de energia a preço de mercado, o governo poderia fixar um bônus de outorga que seria pago pela companhia com o valor obtido com uma emissão de ações da Eletrobras, o que reduziria a participação da União na estatal...

De Leonardo Goy, Luciano Costa e Rodrigo Viga Gaier, Agência Reuters

Japão acabou com distritão porque era caro e 'estimulou corrupção'



Uma das mudanças mais polêmicas no texto da reforma política aprovada pela comissão da Câmara dos Deputados - e que começa a ser votada no plenário nesta terça-feira - é a mudança do sistema eleitoral para o "distritão", um modelo que funcionou no Japão do pós-guerra até o começo dos anos 1990, mas foi extinto por causa do aumento dos gastos e pela inviabilização do debate político.

Caso a proposta passe no Congresso, serão eleitos apenas os deputados e vereadores com maior votação, daí o sistema ser considerado majoritário. Hoje, no chamado sistema proporcional, valem os votos recebidos pelo conjunto dos candidatos do partido e também pela legenda.

"Esse sistema (distritão) exige um maior investimento financeiro e é preciso ficar de olho, pois pode aumentar as chances de corrupção", afirmou à BBC Brasil Tokuou Konishi, professor e pesquisador do Departamento de Ciências Políticas e Econômicas da Universidade Meiji em Tóquio, especializado em história e atualidade política do Japão...

De Ewerton Tobace, BBC Brasil

domingo, 20 de agosto de 2017

Após decisão de Gilmar Mendes, Barata Filho e Lélis Teixeira deixam presídio



Beneficiados por habeas corpus concedidos pelo ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), deixaram a cadeia na manhã deste sábado (19) o empresário do setor de ônibus Jacob Barata Filho e o ex-presidente da Federação das Empresas de Transportes de Passageiros do Estado do Rio de Janeiro (Fetranspor), Lélis Marcos Teixeira.

Ambos foram presos no início de julho, durante a Operação Ponto Final, que investiga o pagamento de propinas a políticos no Rio de Janeiro, em troca de manutenção de privilégios para as empresas de ônibus, inclusive no valor das tarifas.

Os dois estavam presos na Cadeia Pública José Frederico Marques, em Benfica, e saíram por volta das 11h30, segundo a Secretaria Estadual de Administração Penitenciária (Seap). Barata Filho e Lélis já haviam sido beneficiados por um habeas corpus concedido por Gilmar Mendes, mas tiveram expedidos novos mandados de prisão, pelo juiz Marcelo Bretas, da 7ª Vara Federal Criminal. Com isso, ontem, Gilmar expediu nova decisão determinando a soltura...

De Vladimir Platonow, Agência Brasil

Moro nega pedido de Lula para suspender depoimento de ex-presidente



O juiz federal Sérgio Moro negou nesta sexta-feira pedido da defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva de suspender o depoimento do petista marcado para 13 de setembro, na ação em que é réu referente à compra de um terreno que seria destinado à construção de uma nova sede do Instituto Lula, baseada supostamente no repasse de recursos ilícitos da Odebrecht.

Os advogados do ex-presidente haviam cobrado o adiamento dos interrogatórios até que seja realizada prova pericial em documentos recém-apresentados e também em dispositivos eletrônicos de onde a papelada foi extraída.

Na decisão, Moro afirmou que o pedido "carece de qualquer base legal" e abriu espaço para, se a defesa avaliar necessário, apresentar novos requerimentos no decorrer da ação...

De Redação, Reuters

Governo espanhol diz que célula terrorista foi desarticulada



O Ministério do Interior espanhol considera "totalmente" desarticulada a célula que atentou nesta semana na Catalunha, ainda que o responsável de Interior do Executivo catalão, Joaquim Forn, tenha afirmado que a polícia dessa região segue em busca por mais uma pessoa.

O ministro do Interior, Juan Ignacio Zoido, em coletiva de imprensa após a reunião da mesa de avaliação de ameaça terrorista, afirmou que tinha chegado a essa conclusão após a morte de cinco terroristas em Cambrils (Tarragona), da detenção de outras quatro pessoas e das identificações que estão sendo feitas.

No entanto, Forn foi claro neste sábado ao descartar que a polícia catalã, que é a responsável pela investigação, considere "completamente desarticulada" a célula terrorista...

De Agencia EFE

sábado, 19 de agosto de 2017

O jogo está sendo jogado: como o PSDB decidirá seu futuro nos próximos meses



O PSDB atravessa uma crise profunda. De um lado, Aécio Neves (PSDB-MG) tenta atrelar o partido ao governo Temer, fugir do ostracismo político e manter o foro privilegiado, escapando de um possível julgamento na 1ª Instância da Justiça. De outro, Geraldo Alckmin busca afastar o PSDB do impopular ocupante do Planalto e conter os movimentos de João Doria, que lhe ameaça as pretensões presidenciais. É neste cenário que o PSDB decidirá, até dezembro, a nova cúpula partidária e o candidato presidencial de 2018.

Quando o Congresso concluiu o impeachment de Dilma Rousseff, em meados de 2016, o PSDB estava diante de sua melhor chance de eleger o próximo presidente da República desde 2002. O PT, adversário histórico, atingia o fundo do poço. Em um ano, o PSDB chegou a uma crise que, no limite, põe em questão a própria sobrevivência do partido.

A reportagem da BBC Brasil conversou com mais de uma dezena de congressistas, dirigentes e assessores tucanos para entender o que poderá acontecer com o terceiro maior partido político do país...

De André Shalders, BBC Brasil

As manobras petistas na PGR



Há duas semanas, a futura chefe do Ministério Público Federal, Raquel Dodge, foi procurada por emissários da Lava Jato de Curitiba. Na bagagem, os integrantes da maior operação de combate à corrupção da história recente do País levaram uma denúncia. No epicentro do escândalo, a entourage do ainda procurador-geral da República, Rodrigo Janot. Segundo o relato, há cerca de um ano e meio, Janot e sua equipe desenvolveram um roteiro paralelo às investigações da Lava Jato com o objetivo de favorecer o PT e seus principais líderes. Nos últimos dias, sem a anuência da turma de Curitiba, o grupo do procurador-geral resolveu protelar a homologação da delação da OAS, cujo conteúdo – “nitroglicerina pura” para Lula e o PT – já está à disposição da PGR para ser encaminhada ao STF há mais de 10 dias, para dar prioridade máxima à conclusão de forçados acordos com o ex-deputado Eduardo Cunha e o doleiro operador do PMDB, Lúcio Bolonha Funaro. O objetivo da ação seria o de fortalecer uma suposta nova denúncia contra o presidente Michel Temer. Os aliados de Janot querem, a qualquer preço, que as delações de Funaro e Cunha envolvam Temer e a cúpula do PMDB, mesmo que para isso tenham que agir ao arrepio da lei.

Os interlocutores de Raquel Dodge enxergam nos métodos nada ortodoxos do time de Janot um movimento claro, objetivo e muito bem direcionado, mas de fins nada republicanos: um esquema montado e conduzido pelo procurador-geral da República destinado a favorecer o ex-presidente Lula e os principais líderes petistas nos processos em que são alvos. Ou seja, as delações da OAS que comprometem definitivamente Lula e Dilma e narra detalhes sobre o tríplex no Guarujá e o sítio em Atibaia, casos em que o ex-presidente já é réu, ficam para as calendas. Já as delações ainda sem provas concretas que possam comprometer o presidente Temer e seus aliados são aceleradas. Há quinze dias, um dos integrantes da força-tarefa da Lava Jato sediado no Rio Grande do Sul já havia feito desabafo sobre o esquema do PT no Ministério Público a um ministro do STJ. O encontro ocorreu no saguão de embarque do aeroporto de Brasília. “Agora se sabe que a operação montada por Janot só não dominou completamente a Lava Jato porque houve uma forte resistência do pessoal de Curitiba”, sapecou...

De Mário Simas Filho, Isto É

terça-feira, 8 de agosto de 2017

Lula grava vídeo e seu candidato perde eleição no interior do Piauí




Apesar de sua força política no Nordeste e de o governador do Piauí ser do PT, o ex-presidente Lula foi derrotado no seu primeiro teste nas urnas após ter sido condenado pela Lava Jato. Lula gravou um vídeo de apoio ao candidato Jailson (PT) à prefeitura de Miguel Leão, pequena cidade do Piauí. O presidente do PP, senador Ciro Nogueira, gravou outro a favor de Robertinho (PR). O candidato de Lula perdeu a disputa para o nome do PR. A eleição suplementar ocorreu domingo porque o prefeito, o vice e o presidente da Câmara foram cassados.

No vídeo de um minuto, que acompanha a legenda “ex-presidente do Brasi”, sem o L, Lula nacionaliza a disputa. “O Jailson é do PT e você sabe que o PT sabe governar o Brasil, sabe governar Miguel Leão, por isso domingo não se esqueça, vote em Jailson”, diz ele...

De Andreza Matias e Marcelo de Morais, Estadão

sábado, 5 de agosto de 2017

Mercosul suspende novamente Venezuela por ruptura da ordem democrática



Os chanceleres do Mercosul decidiram hoje (5), por consenso, suspender a Venezuela do bloco – formado por Brasil, Argentina, Paraguai e Uruguai – por ruptura da ordem democrática. A sanção foi aplicada com base nas cláusulas do Protocolo de Ushuaia, assinado em 1998. Entre as exigências para que a questão seja revista estão a “libertação dos presos políticos, a restauração das competências do Poder Legislativo, a retomada do calendário eleitoral e anulação da convocação da Assembleia Constituinte”, diz o documento assinado durante o encontro.

“É uma sanção grave de natureza política”, enfatizou o ministro das Relações Exteriores, Aloysio Nunes Ferreira. A partir da medida, os países membros do bloco esperam isolar o governo de Nicolás Maduro, considerado não democrático pelo Mercosul. “É um elemento a mais que nós estamos colocando para que a Venezuela possa, mediante a luta do seu povo, ter o direito de voltar a participar do Mercosul”, acrescentou o chanceler brasileiro em entrevista coletiva após a reunião.

A suspensão se soma a outra, chamada de natureza jurídica, feita no final do ano passado devido ao não cumprimento, por parte da Venezuela de acordos e tratados firmados no momento de adesão ao Mercosul. Essa decisão foi tomada com base na Convenção de Viena...

De Daniel Mello, Agência Brasil

Kremlin concorda com Trump sobre perigo da tensão entre Rússia e EUA


O Kremlin concordou nesta sexta-feira com o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, sobre o perigo que representa a ausência de cooperação entre ambos países após o novo rodízio de sanções adotadas por Washington contra Moscou.

"Compartilhamos plenamente sua opinião. O perigo radica na falta de interação e cooperação naqueles assuntos que são vitais para os dois países", disse Dmitri Peskov, porta-voz do Kremlin, à imprensa.

Além disso, o porta-voz voltou a tachar o denominado "Russiangate" de "completamente absurdo e infundado"...

De Agência EFE

Fim de financiamento privado de campanhas abre espaço para crime organizado


O chefe do Gabinete de Segurança Institucional (GSI) da Presidência da República, general Sérgio Etchegoyen, afirmou nesta sexta-feira, 4, estar preocupado que facções criminosas aproveitem o fim do financiamento privado de campanhas políticas para eleger representantes nas eleições de 2018.

De acordo com Etchegoyen, o Brasil corre o risco de ver a democracia "refletir a atuação do crime organizado". A declaração foi dada em explanação na Escola de Comando e Estado-Maior do Exército (Eceme), na Urca, zona sul do Rio. "Com o fim do financiamento privado de campanha, você só tem três financiamentos hoje: o estatal, o crime organizado e as igrejas - existem igrejas e igrejas. São só esses três que têm dinheiro fácil para distribuir", sustentou...

De Marcio Dolzan, Broadcast, AE

sexta-feira, 4 de agosto de 2017

Ser Educacional abre 100 novos polos de Ensino a Distância no 2º semestre




A Ser Educacional informou que iniciou no mês passado a abertura de novos polos de ensino a distância e terá ao menos 100 novos espaços operando na captação de estudantes já neste segundo semestre de 2017. Em teleconferência com analistas e investidores, o presidente da companhia, Jânyo Diniz, destacou que essas aberturas já são um reflexo da mudança nas regras do Ministério da Educação para o segmento de ensino a distância.

A nova regra prevê que instituições de ensino superior que possuem credenciamento para EAD com nota igual a 4 ou 5 possam abrir até 150 e 250 novos polos de ensino a distância por ano, respectivamente. Essas aberturas não necessitam mais de visita e autorizações prévias...

De Broadcast, Agência Estado

Governo quer aprovar reforma da Previdência até outubro, diz Meirelles




O governo federal espera aprovar a reforma da Previdência até outubro deste ano, disse o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, que participou de reunião com investidores estrangeiros dia 3, na capital paulista. Ele não acredita que o placar da votação que rejeitou a denúncia contra o presidente Michel Temer vá se refletir na votação das reformas. “Não é simplesmente quem é contra ou a favor do governo. Vai além disso. Acreditamos na viabilidade da aprovação”, apontou. O ministro destacou que a aprovação das reformas demandará trabalho intenso. “Não é uma coisa trivial”, disse.

Meirelles falou também sobre a reforma tributária que, na avaliação dele, deve ser votada até novembro. “Estamos trabalhando duro na reforma tributária e ela vai ser apresentada ao Congresso num próximo momento.” Ele não descartou a possibilidade de inverter a ordem de votação entre as reformas prioritárias para o governo. “Se até lá a Previdência não tiver sido votada, a tributária pode passar na frente.” (...)

De Camila Maciel, Agência Brasil

sexta-feira, 21 de julho de 2017

Doria entra com queixa-crime contra Ciro



Após o prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), entrar com uma queixa-crime contra Ciro Gomes (PDT) por calúnia, difamação e injúria, o ex-ministro voltou a chamar o tucano de "farsante" nesta quarta-feira (20/7). Na representação criminal, distribuída no Foro Central Criminal Barra Funda no último dia 18, o advogado do prefeito afirma que Ciro chamou Doria três vezes de "farsante" e disse que "é notória" a intenção do ex-ministro em "macular a honra objetiva de João Doria". Os dois são cotados para candidatos à Presidência da República em 2018.
...
A peça processual com mais de 20 páginas, assinada por Costa e pela advogada Daniele dos Santos Fernandes, cita uma palestra de Ciro na Universidade de São Paulo (USP) e algumas reportagens - uma delas do jornal O Estado de S. Paulo, em que o ex-ministro disse preferir "mil vezes um cara como Bolsonaro do que um farsante como Doria".
...
Em um trecho da queixa-crime, os advogados afirmam que os comentários "extrapolam 'em muito' o seu direito à liberdade de expressão e manifestação do pensamento". A defesa citou o casamento de "quase trinta anos" de Doria, bem como seus filhos e seu cargo como prefeito, para justificar que o tucano "tem todos os aspectos de sua vida atrelados à reputação"...

De Agencia Estado, Correio Braziliense

Temer diz que 'brasileiros compreenderão aumento de impostos'



O presidente Michel Temer afirmou no fim da noite de quinta-feira, ao chegar em Mendoza (Argentina) para a reunião de cúpula do Mercosul, que os brasileiros compreenderão o aumento de impostos porque o seu governo "não mente". Ele atribuiu a iniciativa à responsabilidade fiscal.

Temer também afirmou que na presidência “pro tempore” do Mercosul, trabalhará pela redemocratização do Estado venezuelano.

Temer atribuiu o aumento do PIS/Cofins sobre os combustíveis divulgado nesta quinta-feira à responsabilidade fiscal e à necessidade de cumprimento da meta fiscal.

"A população compreenderá porque esse é um governo que não mente", justificou. Segundo Temer, se o objetivo é a recuperação econômica, é preciso dizer exatamente o que está acontecendo”, afirmou...

De Andrea Jubé, Valor

quinta-feira, 20 de julho de 2017

Pirelli retrata "Alice no país das maravilhas"



O tradicional calendário da Pirelli irá retratar o cenário fantasioso de "Alice no País das Maravilhas" em sua edição 2018.

A 45ª edição do calendário foi produzida pelo fotógrafo Tim Walker e desenhada pelo novo editor britânico da Vogue, Edward Enninful.

A novidade deste ano é a diversidade racial, com modelos e artistas negros interpretando os personagens da história de Lewis Carroll. Nomes como Naomi Campbell, RuPaul, P.Diddy, Whoopi Goldberg e Lupita Nyong'o recheiam as páginas do calendário de 2018 com fotos sombrias e cenários rústicos.

"Alice", a personagem principal, é interpretada pela modelo sudanesa-australiana Duckie Thot."É interessante que olhem para uma história tão conhecida e a vejam com outros olhos", disse Nyong'o.

Desde 1960, quando o calendário foi criado, a única ediação só com negros veio em 1987, com o fotógrafo Terence Donovan.

De Home, Ansa Brasil

Brasil vê "instituições fascistas" em constituinte de Maduro




O ministro das Relações Exteriores, Aloysio Nunes, afirmou que a Assembleia Constituinte defendida pelo presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, incorpora instituições eleitorais fascistas.

"Nos preocupamos muito porque [o referendo] é um elemento de agravamento do conflito, na medida em que vai criar duas ordens institucionais: a ordem da Constituição bolivariana, que criou a Assembleia Nacional, e esta nova Constituinte com base numa legislação que incorpora instituições eleitorais fascistas", afirmou Nunes em entrevista à agência de notícias Lusa, publicada nesta quinta-feira (20/07).

O ministro disse temer um agravamento das tensões na Venezuela. "A América do Sul é um continente de paz, tem que ser um continente de paz. Nós não queremos que haja uma situação que possa levar a uma guerra civil, uma instabilidade no nosso continente e uma intervenção de gente de fora", destacou.

Sobre a consulta simbólica organizada pela oposição venezuelana no domingo passado, Nunes disse que a participação popular de mais de 7 milhões de pessoas, "que votaram em condições adversas", mostra que a população do país deseja democracia. "A mobilização do povo [venezuelano] pela democracia mostra a força dessa ideia", concluiu...

De AS, lusa, DW

Publicitário Marcos Valério fecha acordo de delação premiada com a Polícia Federal




A Polícia Federal (PF) confirmou hoje (19) que o publicitário Marcos Valério assinou um acordo de delação premiada. Para ter validade, o acordo ainda precisa ser homologado pelo Supremo Tribunal Federal (STF). Os termos negociados estão sob sigilo, por envolver agentes políticos com foro privilegiado.

As negociações em torno de um acordo de delação premiada do publicitário vinham se arrastando desde o ano passado. Em junho de 2016, seus advogados apresentaram ao Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) uma proposta de colaboração para revelar informações relacionadas à Ação Penal 536, na qual é um dos réus. A Promotoria de Defesa do Patrimônio Público de Belo Horizonte, que recebeu a proposta de delação premiada dos advogados de Marcos Valério, informou, no entanto, que não havia interesse no acordo por parte do MPMG.

Nesta ação, é investigado o esquema que ficou conhecido como mensalão mineiro, que envolve benefícios ilegais obtidos com a participação de Valério para a campanha de Eduardo Azeredo ao governo de Minas Gerais em 1998. Um dos fundadores do PSDB e ex-presidente da legenda, Azeredo já foi condenado em primeira instância à pena de 20 anos e 10 meses de prisão. Ele entrou com recurso no Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) e aguarda o julgamento em liberdade...

De Léo Rodrigues, Agência Brasil

quarta-feira, 19 de julho de 2017

Da Arena ao DEM: Repaginado, partido criado a partir de agremiação que apoiou ditadura se reaproxima da Presidência



A ditadura militar se aproximava do fim quando o ex-governador baiano Antônio Carlos Magalhães (ACM) peitou um dos homens mais fortes do regime: o ministro da Aeronáutica, brigadeiro Délio Jardim de Matos.

Matos acusara ACM de traição por rejeitar a candidatura do governista Paulo Maluf na eleição indireta para a Presidência e apoiar o oposicionista Tancredo Neves.

ACM retrucou: "Traidor é quem apoia corruptos".

A declaração expôs o racha que resultaria no partido que, passados 33 anos e após nova metamorfose, volta a se acercar da cadeira presidencial - agora com o nome Democratas (DEM) e liderado pelo presidente da Câmara, Rodrigo Maia, que assumirá o Planalto se Michel Temer for afastado.

"Foi um lance genial", lembra David Fleischer, professor de ciência política da Universidade de Brasília (UnB).

Criticar publicamente um ministro da ditadura poderia significar o fim de uma carreira política - ou algo pior...

De João Fellet, BBC

Moro decide que R$ 16 milhões do caso triplex vão para os cofres da Petrobras



O juiz federal Sérgio Moro afirmou nesta terça-feira, 18, em resposta aos embargos de declaração da Petrobras, no âmbito da ação em que condenou o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva a 9 anos e 6 meses de prisão, que os R$ 16 milhões da suposta conta corrente da OAS com o PT, que incluem os R$ 2,25 milhões do triplex no Guarujá e suas respectivas reformas, serão revertidos em favor da estatal.

Após a sentença que apenou, pela primeira vez, um ex-presidente, por crime comum, na história do Brasil, os advogados da petrolífera haviam pedido esclarecimentos a respeito da destinação dos valores.

A defesa da Petrobras, alegando que a estatal foi vítima do esquema de cartel e propinas que operou em algumas de suas principais diretorias por uma década, requereu para seus cofres o valor da sanção pecuniária imposta por Moro aos réus do caso triplex...

De Conteúdo Estadão, Isto É

terça-feira, 11 de julho de 2017

Além de ação contra Lula, Moro tem mais três ações prontas para julgar na Lava-Jato



O juiz Sergio Moro tem quatro ações prontas para serem julgadas. A mais urgente delas é a que envolve o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, acusado pela força-tarefa da Lava-Jato de ter recebido vantagens da OAS com o tríplex do Guarujá e o armazenamento do acervo presidencial, pago pela empreiteira. O juiz não tem prazo para proferir a sentença, mas a expectativa é que a decisão seja breve.

O julgamento deve ser o mais polêmico da Lava-Jato, por envolver o ex-presidente e um conjunto de provas indiciárias. Nas alegações finais apresentadas a Moro, o Ministério Público Federa afirmou que o Supremo Tribunal Federal tem externado que a prova por indícios é apta a lastrear a condenação, mesmo quando baseada em presunções. Para os procuradores, a dificuldade de produzir provas de que o apartamento pertence à família de Lula é fruto da profissionalização dos crimes de lavagem de dinheiro. "O ponto aqui é que disso tudo flui que os crimes perpetrados pelos investigados são de difícil prova.

Isso não é apenas um “fruto do acaso”, mas sim da profissionalização de sua prática e de cuidados deliberadamente empregados pelos réus", escreveram.

A defesa de Lula alega perseguição política, já que o ex-presidente e sua família nunca usaram o imóvel. O advogado do ex-presidente diz ainda que a empreiteira OAS deu o imóvel em garantia a operações financeiras na Caixa e, portanto, não pode se esquivar de ser, de fato, a proprietária do tríplex, como consta no Cartório de Registro de Imóveis.

O empresário Léo Pinheiro, ex-presidente da OAS, que está preso, disse em depoimento a Moro que desde 2009, quando a empreiteira assumiu a obra da cooperativa dos bancários, foi informado que a unidade estava reservada ai presidente Lula e não deveria ser vendida a terceiros. Ele não apresentou provas, apenas registros de encontros constantes no Instituto Lula. O processo inclui ainda emails indicando que a reforma foi feita segundo orientação da família do ex-presidente...

De Cleide Carvalho, O Globo, Extra

Texto da reforma trabalhista será votado hoje no plenário do Senado



O governo precisa de maioria simples para conseguir aprovar a matéria, ou seja, do apoio de metade dos senadores presentes mais um. Se todos os 81 estiverem no plenário, 41 precisarão votar favoravelmente à reforma para que ela passe. Caso tenha esse apoio, mais de 100 pontos da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) serão alterados antes do fim do ano. As novas regras trabalhistas começarão a valer 120 dias depois que o texto for sancionado pelo presidente Michel Temer e publicado no Diário Oficial da União. Relator do texto nas comissões de Assuntos Sociais (CAS) e de Assuntos Econômicos (CAE), o senador Ricardo Ferraço (PSDB-ES) aposta em pelo menos 50 votos favoráveis. “A expectativa é muito positiva. Teremos mais de 49 votos. “Acredito que ninguém faltará”, disse.


O fato de a presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Cármen Lúcia, ter negado o pedido feito por 18 senadores da oposição para suspender a votação animou o governo. A interpretação geral é que as chances são boas, mas, como disse o líder do governo no Senado, Romero Jucá (PMDB-RR), na semana passada, o resultado “dependerá da presença dos senadores e senadoras”.

A disputa de hoje deve ser acirrada, e o resultado, não muito folgado. Mesmo os parlamentares mais otimistas, que contavam com mais de 50 votos até a semana passada, agora dificilmente cogitam que a somatória passe de 46. Um levantamento feito pelo governo conta com um placar ainda mais apertado, com 42 favoráveis à reforma, apenas um a mais que o mínimo necessário. A margem é perigosa e significa que eventuais faltas podem fazer muita diferença, como aconteceu na CAS, quando o parecer de Ferraço, favorável ao texto, foi rejeitado por 10 a 9, devido à abstenção de um parlamentar da base...

De Alessandra Azevedo, Correio Braziliense

Doria substitui frota da prefeitura por carros e táxis da 99



A 99 (ex-99 Taxis) foi a vencedora da licitação promovida pela prefeitura de São Paulo para ser a empresa de aplicativos de transporte que vai gerenciar toda a demanda por veículos do poder público municipal. A empresa derrotou seus maiores rivais nesse mercado, como Uber, Cabify e Easy, além das maiores cooperativas de táxi que prestam serviço na capital.

A prefeitura conta com uma frota estimada em 2 000 carros, que serão leiloados ou devolvidos para locadoras. O gasto anual fica em torno de 170 milhões de reais por ano. A estimativa é que essa despesa caia para 50 milhões de reais por ano. Com a diferença de 120 milhões de reais, a prefeitura poderia construir até 6 500 novas moradias populares ou 25 novas creches – mas a eventual economia não tem destino certo. A substituição da frota própria pelo uso de carros particulares e táxis foi uma das primeiras promessas do atual prefeito João Dória, anunciada no ano passado antes mesmo da sua posse.

A medida é elogiada por especialistas porque racionaliza o uso de carros a serviço do poder público, uma vez que vai eliminar o desperdício do tempo em que os automóveis oficiais ficam estacionados à espera do servidor. Mas os especialistas também dizem que a prefeitura deveria incentivar o uso do transporte público e de bicicletas pelos seus funcionários...

De Marcelo Sakate, Veja

segunda-feira, 10 de julho de 2017

O que são os coletivos chavistas, 'defensores da revolução' que invadiram a Assembleia venezuelana





O grafite no muro ilustra a ameaça. Trata-se da silhueta de um homem apontando um fuzil. Logo abaixo, a legenda: "Os coletivos vão tomar Caracas em defesa da revolução!".

Esse tipo de grafite é comum em paredes e edifícios de vários bairros de Caracas. E também nos muros brancos que cercam o Parlamento venezuelano, invadido na quarta-feira por um grupo de civis simpatizantes do presidente Nicolás Maduro.

Os líderes da oposição os chamam de "paramilitares". A procuradora-geral da República, Luisa Ortega, os define como "grupos armados civis fora da lei". Nas ruas, são conhecidos simplesmente como "coletivos". E frequentemente estão encapuzados.

Segundo o governo, muitos coletivos são grupos sociais que trabalham em projetos dentro de organizações criadas pelo ex-presidente Hugo Chávez nas comunidades.

Vários são pacíficos. E desempenham papel político associado a uma longa tradição de esquerda, o que os vincula a Chávez e à revolução bolivariana, agora liderada pelo presidente Nicolás Maduro...

DeDaniel García Marco, BBC Mundo

Sem dinheiro, INSS pode suspender atendimento em metade dos postos


A situação dos cofres públicos é dramática. Sem condições de cumprir a meta fiscal deste ano, de deficit de até R$ 139 bilhões, o Tesouro Nacional está suspendendo uma série de pagamentos e cortando o que pode de despesas. A tesoura, inclusive, avançou sobre o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), que pode suspender o atendimento em até metade de suas agências espalhadas pelo país.

Segundo fontes, o Ministério do Planejamento cortou mais de 40% dos recursos disponíveis para o funcionamento das agências do INSS. Há mais de três meses, o presidente da instituição, Leonardo Gadelha, vem conversando com o Planejamento em busca de uma solução, pois o dinheiro disponível para manter os postos de atendimento abertos praticamente acabou. Se nada for feito, nas próximas semanas, o INSS terá que anunciar um plano especial para atender a população.

Diante da escassez de recursos, o Planejamento se mantém irredutível. Mas a perspectiva de caos no atendimento do INSS pode levar o Palácio do Planalto a intervir no assunto. Num momento em que o presidente Michel Temer está a um passo de perder o mandato, o fechamento de agências do INSS levará a população a pedir o fim imediato do governo, dizem técnicos da Esplanada dos Ministérios. Será um desgaste enorme...

De Redação, Correio Braziliense


sexta-feira, 7 de julho de 2017

Empresa procura por dupla para viajar 42 países e degustar comidas



Empresa brasileira procura por dupla para viajar e experimentar comidas brasileiras em 42 países. A Dinneer criou o "Melhor Emprego do Mundo". A ideia é conseguir duas pessoas para embarcar e visitar a casa de brasileiros que moram em outros países para degustar a comida preparada por eles.

"Nós queremos mudar o mundo. Inscreva-se hoje e mude a história da Dinneer - e a sua também", diz uma mensagem no site da empresa. Para conseguir a vaga, é necessário "ser maior de 18 anos, ter disponibilidade para cumprir o roteiro de viagens, ser apaixonada por culinária brasileira, ser sociável, ter boa comunicação oral e escrita, habilidade com as câmeras e ser receptiva", segundo a própria Dinneer.

Durante a viagem, os candidatos vão produzir um documentário protagonizado por eles. No site não informa se haverá pagamento de salário para as pessoas que forem selecionadas. Para quem se interessar, é necessário acessar o site da empresa e responder à pergunta: "Por que vocês são a dupla ideal para esse emprego?" Ainda não foi divulgado quando os sorteados irão viajar

De Redação, A Tarde

Gasolina fica 0,7% mais barata e diesel cai 0,2%; este é o quarto reajuste desde que a estatal adotou nova política de preços



Em menos de 24h, Petrobras anuncia novo reajuste nos combustíveis


A Petrobras anunciou nesta sexta-feira (7) a quarta revisão de preço de combustíveis desde que passou a adotar a política de reajustes diários, no dia 30 de junho. Neste sábado (8), a gasolina estará 0,7% mais barata nas refinarias da estatal e o óleo diesel, 0,2%. Das quatro revisões, três foram para baixar os preços. Nessa quinta à noite, a empresa já havia divulgado redução de 0,5% para os dois combustíveis.

A empresa argumenta que, com a possibilidade de reajustar diariamente os preços, tem mais ferramentas para competir com as empresas importadoras, que estão ganhando espaço no mercado brasileira.

A mudança foi divulgada na última sexta-feira (30). No mesmo dia, a Petrobras reduziu em 5,9% o preço da gasolina e em 4,8% o do diesel. Na segunda-feira (3), a estatal elevou o preço da gasolina em 1,8% e o do diesel, em 2,7%...
 De Economia, O Tempo

De 'Brasil-mania' a 'Brasil-náusea', país encolhe e vive seu pior momento no G20


Depois de quase desistir de comparecer à cúpula anual do G20, na Alemanha, o presidente Michel Temer, denunciado por corrupção passiva, chegou a Hamburgo, Alemanha, sem o brilho de quase uma década atrás, quando a ascensão do grupo coincidiu com o auge de visibilidade do país no mundo.
...
Seu fortalecimento, em contraponto ao G8 - formado pelos países mais ricos do mundo e a Rússia - seguiu-se à percepção de que não seria possível encontrar saídas para a turbulência econômica sem a participação das grandes nações emergentes, como China, Índia e Brasil, que apresentavam altas taxas de expansão do PIB.
...
"Os anos de 2008 e 2009 eram o momento da 'Brasilmania', com a estátua do Cristo Redentor decolando do topo da montanha do Corcovado na capa da revista inglesa The Economist. Agora, acho que estamos numa fase de 'Brasil-náusea', colocando para fora problemas como populismo político, irresponsabilidade fiscal e um sistema de economia política de compadrio", afirma Marcos Troyjo, diretor do BricLab da Universidade de Columbia, nos EUA.
...
"Temer não terá muita voz ou influência na reunião. O Brasil não desempenha hoje nenhum papel importante nos assuntos econômicos mundiais. A crise de governo, os retrocessos econômicos e os escândalos de corrupção fizeram com que a maioria dos principais países do mundo e agências internacionais se tornasse cautelosa sobre manter relações próximas com o Brasil."...


De Mariana Schreiber, BBC Brasil a Hamburgo, Alemanha

quinta-feira, 6 de julho de 2017

WhatsApp agora permite compartilhar qualquer tipo de arquivo



O WhatsApp anunciou nesta quarta-feira (5) uma novidade muito útil. Uma atualização do programa agora permite compartilhar arquivos de qualquer tipo, incluindo PDF, DOC e outras extensões.

Com a nova função, será possível compartilhar arquivos com até 100 MB para os sistemas Android e iOS. A versão do Windows Phone ainda não tem o novo recurso.

De Tecnologia, Isto É

Governo anuncia novo Fies com 3 faixas e 300 mil vagas por ano a partir de 2018



O governo federal divulgou nesta quinta-feira um novo formato para o Fies a partir de 2018, criando três modalidades de financiamento estudantil e garantindo a oferta de pelo menos 300 mil novos contratos por ano, sendo 100 mil a juro zero.

As mudanças visam garantir a sustentabilidade do Fies, disse o ministro da Educação, Mendonça Filho, ressaltando que serão implementados mecanismos para compartilhar o risco de crédito com as universidades privadas.

"Se subir demais a inadimplência, aumenta a contribuição das instituições privadas, que terão que empregar mais recursos ao fundo garantidor. Para ser sócio do filé tem que ser sócio do osso", afirmou Mendonça Filho.

Segundo ele, as contribuições ao Fundo de Garantia de Operações de Crédito Educativo (Fgeduc) serão proporcionais ao nível de inadimplência dos alunos de cada instituição de ensino.

As ações das empresas do setor reagiam negativamente ao anúncio do governo e operavam no vermelho. Às 12:51, os papéis da Kroton Educacional recuavam 1,3 por cento e os da Estácio Participações cediam 2 por cento, enquanto as ações da Ser Educacional perdiam 1,4 por cento.

No Fies 1, que será custeado pelo Tesouro Nacional, serão ofertadas no próximo ano 100 mil vagas a juro zero para alunos com renda familiar de até 3 salários mínimos.

Para o Fies 2, que terá os fundos constitucionais regionais do Norte, Nordeste e Centro-Oeste como fonte de recursos e atenderá estudantes com renda per capita de até 5 salários mínimos, serão disponibilizadas no próximo ano 150 mil vagas a juros de 3 por cento ao ano, acrescidos de correção monetária...

Por Gabriela Mello e Lisandra Paraguassu

Vendas de veículos crescem 13,5% em junho na comparação com 2016, diz Anfavea


As vendas de veículos subiram 13,5% em junho na comparação com o mesmo mês do ano passado, com 195 mil unidades comercializadas ante 171,8 mil em junho de 2016. Considerando o primeiro semestre, o aumento nas vendas foi de 3,7% de janeiro a junho deste ano em relação ao mesmo período de 2016. Na comparação com maio, no entanto, as vendas de veículos em junho tiveram leve queda, de 0,3%. Os dados foram divulgados hoje (6) pela Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea).

De acordo com o presidente da entidade, Antonio Carlos Botelho Megale, as vendas até agora indicam que a projeção feita pela Anfavea para 2017, de crescimento de 4%, deverá ser cumprida. “Começamos a ver o aumento das vendas de veículos elétricos e híbridos, que, embora com números ainda baixos, com 1.184 unidades até junho, já superam o total do ano passado inteiro.” Megale também destacou que na comparação de junho com maio é importante levar em conta que junho teve um dia útil a menos, o que interfere no total de vendas.

Segundo os dados da Anfavea, a produção de veículos cresceu 23,3% no semestre, com 1.263.200 veículos montados. Em junho deste ano foram produzidas 212.300 unidades, 15,1% a mais do que em junho de 2016 (184 mil). Na comparação com maio (250,9 mil novas unidades), a produção apresentou queda de 15,4% em junho.

“Com um dia útil a menos do que no mês anterior, junho tem pelo menos 5,5% a menos de produção. Além disso duas empresas deram férias coletivas para ajuste de estoque e uma para ajuste na linha de produção para entrada de novos produtos. Isso é normal, algumas montadoras usam esse período do ano para isso”, disse Megale...

De Flávia Albuquerque, Agência Brasil

terça-feira, 4 de julho de 2017

Negado pedido de suspensão da PEC da Vaquejada



ministro Dias Toffoli negou pedido de liminar que pretendia suspender a PEC da Vaquejada. O pedido, segundo o Radar On-Line, feito pelo Fórum Nacional de Proteção e Defesa Animal, queria que Toffoli também entregasse a relatoria do caso em favor do colega Marco Aurélio Mello, que já se manifestou contra a vaquejada.

Ainda de acordo com a coluna, “Toffoli explicou, na decisão, que o caso anterior tratava de lei estadual, não de emenda à constituição e, por isso, a regra processual não o obriga a declinar competência”.

Uma outra associação, a Brasileira de Criadores de Cavalo Quarto de Milha, pediu ingresso como amicus curiae na ação em que o STF deve decidir sobre a constitucionalidade da PEC. Eles querem mostrar que a nova legislação protege todos os esportes equestres, como hipismo e equitação, não só a vaquejada...

De Redação, Ceará News

Senado pode votar estupro imprescritível e contas simplificadas para municípios



Além da urgência para votação da reforma trabalhista (PLC 38/2017), o Plenário tem 11 matérias na pauta. A sessão está marcada para as 14h da próxima terça-feira (4). Destaque para o segundo turno da Proposta de Emenda à Constituição do senador Jorge Viana (PT-AC) que torna o estupro um crime imprescritível (PEC 64/2016).

Outras três PECs estão prontas para votação em primeiro turno: a PEC 77/2015, do senador Antonio Anastasia (PSDB-MG), permite a prestação de contas simplificadas para os municípios de menor porte; a PEC 103/2015, do senador Cássio Cunha Lima (PSDB-PB), permite que o Congresso Nacional entre de recesso mesmo sem a aprovação da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO); e a PEC 113A/2015, da Câmara dos Deputados, autoriza policiais militares e bombeiros eleitos para cargos públicos a retornarem ao posto após os mandatos.

Os senadores podem votar ainda um requerimento de urgência para o PLC 57/2017. O texto determina que o Poder Judiciário faça a gestão do dinheiro para o pagamento de precatórios e Requisições de Pequeno Valor (RPV) federais. O projeto permite que bancos públicos sejam contratados sem licitação para administrar os recursos.

Da Redação, Agência Senado

Balança comercial registra melhor primeiro semestre da história


Beneficiada pela recuperação do preço das commodities (bens primários com cotação internacional), a balança comercial fechou o primeiro semestre com o melhor saldo da história para o período. Nos seis primeiros meses do ano, o Brasil exportou US$ 36,219 bilhões a mais do que importou.

De janeiro a junho, o saldo da balança comercial acumula alta de 53,1% em relação ao primeiro semestre do ano passado. Somente em junho, as exportações superaram as importações em US$ 7,195 bilhões. O saldo é o melhor para o mês e o segundo mais alto para toda a série histórica, só perdendo para os US$ 7,661 bilhões registrados em maio deste ano.

Nos seis primeiros meses do ano, as exportações somaram US$ 107,714 bilhões, o quinto melhor primeiro semestre da história, com crescimento de 19,3% pela média diária em relação ao mesmo período do ano passado. As importações totalizaram US$ 71,495 bilhões, alta de 7,3% também pela média diária. Apenas em junho, o país exportou US$ 19,788 bilhões e comprou US$ 12,593 bilhões do exterior...

De Wellton Máximo, Agência Brasil

segunda-feira, 3 de julho de 2017

“Não há hipótese de Tasso subir num palanque no Ceará onde qualquer candidato peça voto para Lula”

 

Tasso descarta apoio a Maia Júnior para senador por desconfiar dele e dos FGs


O movimento de Cid Gomes (PDT) para desqualificar o PSDB do Ceará não vai durar nem um final de semana. As fotos sorridentes do presidente regional Luiz Pontes com Cid Gomes em Sobral provocaram uma dura reação do presidente nacional tucano, Tasso Jereissati. “Não há hipótese de Tasso subir num palanque no Ceará onde qualquer candidato peça voto para Lula”, a revelação é de Luiz Pontes.

Com essa decisão de Tasso, que também é extensiva a Ciro Gomes, diante da candidatura própria do PSDB – João Dória ou Geraldo Alckmin – resta aos tucanos cearenses se manterem firmes na oposição ao governador Camilo Santana (PT) – já fechou com Lula- e aos FGs.

Tasso agiu rápido através de sua assessoria para acabar com a marotagem de Cid Gomes. O senador cearense percebeu o golpe e provou que não confia nos irmãos Cid e Ciro Gomes, apesar de todos esforços feitos por Ciro para se reaproximar de Tasso. Acontece que Tasso não esqueceu e nem esquecerá tão rapidamente ter sido chamado de “assassino” por Ciro.

Outro que não goza mais da confiança de Tasso é o secretário de Planejamento do Governo Camilo, Maia Junior. Se depender do PSDB cearense, Maia não será candidato a nenhum cargo majoritário do partido em qualquer coligação no ano que vem.

Já Luiz Pontes explicou a Tasso ter ido a Sobral prestigiar “o eterno senador Mauro Benevides”, cujo seu pai Osires foi seu suplente e teve o orgulho de ter sido seu 1º suplente na vitoriosa campanha de 1974, em plena ditadura militar. Luiz Pontes deu gargalhadas com a repercussão de um acordo do PSDB com os FGs. Disse que os tucanos estão firmes para derrotar essa oligarquia em 2018.

De Ceará News 

Mais um novo partido "Podemos"


Podemos, o partido

 

O lançamento oficial do partido Podemos aconteceu num momento em que empresários e lideranças empresariais têm se colocado a favor de uma discussão e uma participação política cada vez maiores. Um dos defensores mais aguerridos é o presidente da terceira maior federação da indústria do país, a Fiemg, Olavo Machado Jr. Para ele, as agremiações políticas em geral estão desgastadas e precisam conquistar eleitores e candidatos por meio de uma nova proposta e programas. “Porém, o que efetivamente precisa mudar são as atitudes e ações de nossos políticos, se isso efetivamente for acontecer, que o (partido) Podemos seja bem-vindo. Se não for isso, já renasce morto”, disse.

De Minas S/A, O Tempo

domingo, 2 de julho de 2017

O medo molda o caráter


Toda sociedade costuma compartilhar temores herdados de usos e costumes. O compartilhamento de informações e a comunicação são essenciais para superar as fobias coletivas

 

No filme Um corpo que cai (1958), de Alfred Hitchcock, o protagonista vivido por James Stewart sofre de acrofobia, um pavor que ele terá de superar para solucionar o mistério que envolve a trama. O medo de altura é apenas mais uma das inúmeras fobias que acometem os seres humanos. Há temores de baixa e de alta intensidade nem sempre justificados. Ter pavor de cobras entraria na segunda categoria. A probabilidade de se deparar com um animal perigoso numa cidade é mínima, e, embora possam nos deixar apavorados, são considerados medos não muito consistentes. Trata-se de um temor que não nos afeta nem prejudica no dia a dia. Já os temores de baixa intensidade, mais cotidianos (como o de sofrer algum acidente de carro ou ser roubado), estão sempre aí, e justamente por causa disso acabam influenciando o nosso caráter.

Assim como os medos de alta intensidade podem ser totalmente pessoais (serpentes, aranhas, atentado terrorista...), os do dia a dia constituem frequentemente territórios comuns determinados culturalmente. Há fobias que compartilhamos com muitas outras pessoas. Os usos e costumes de cada sociedade forjam uma série de manias que se reproduzem nos indivíduos. Por exemplo, se você fizer o exercício de escrever em um buscador da Internet as palavras “medo de”, a própria ferramenta completará a frase de acordo com as buscas já feitas por outras pessoas. No meu caso, as sugestões que apareceram foram: medo de dirigir, da morte, de compromisso e de avião. Curiosamente, se faço o mesmo em inglês (fear to), o buscador indica medo de altura, do fracasso e do escuro. Somente o pavor que algumas pessoas têm de embarcar em um avião é que aparece nos dois idiomas. Por qualquer motivo que seja, parece que as coisas que apavoram os anglo-saxões não são as mesmas que aterrorizam os falantes do espanhol.

Nos Estados Unidos e no Reino Unido, revistas especializadas de psicologia ou psiquiatria costumam publicar os medos mais comuns de suas populações. Os resultados variam, mas, em todas as fontes consultadas, há uma série de medos compartilhados na cultura ocidental. Um dos mais comuns é o de falar em público, um pavor quase inexistente em áreas rurais ou em países em desenvolvimento. Outras das maiores fobias da população nos países desenvolvidos é a de viajar de avião. Atrás dela vêm a aracnofobia (medo de aranhas) e a nictofobia (medo do escuro). Curiosamente, todas essas estatísticas revelam que as principais fobias correspondem a coisas que dificilmente irão acontecer. Ora, se são fenômenos improváveis, por que os tememos tanto? Porque o que os determina é a cultura, e não os fatos.

A analista de liderança profissional Pilar Jericó, em seu belo livro No miedo: en la empresa y en la vida [em tradução livre: Sem medo: no trabalho e na vida], conta que, durante a construção dos arranha-céus de Manhattan, no começo do século XX, os empreiteiros tiveram dificuldades para encontrar operários que aceitassem trabalhar pendurados nos andaimes, sendo obrigado a recorrer aos índios cherokee. Nessa tribo de índios norte-americanos, o medo de altura não era tão presente como nas famílias de imigrantes europeus. Curiosamente, quando os arranha-céus já estavam finalizados, esses mesmos índios se recusavam e pegar o elevador que os levaria aos mesmos andares que eles próprios tinham construído, pois na sua cultura estava muito enraizado o medo dos equipamentos movidos à eletricidade. O mesmo acontece em outros meios sociais. Em uma mesma família, por exemplo, os irmãos costumam ter manias semelhantes, fobias cotidianas determinadas pelos hábitos de sua casa. Esse tipo de sentimento não tem nada a ver com a personalidade de cada um, mas sim com a herança recebida do lar. Nas empresas e organizações, os medos comuns determinados exteriormente se elevam à enésima potência. As possíveis represálias, as atitudes dos superiores para com seus subordinados e um amplo espectro de eventos e formas de gestão produzem temores corporativos contagiantes entre os funcionários.

Só há uma maneira de tratar todos esses medos. É com a troca de informações, a comunicação e trabalho em equipe, seja na família, seja com os colegas de trabalho. As fobias herdadas culturalmente são mais bem superadas de forma coletiva. Pois o medo de uma equipe de pessoas é inferior ao medo de um indivíduo tomado isoladamente.

Por Fernando Trias de Bes, Cultura, EL PAÍS

Com mensagem de violência, Trump reforça ataques à imprensa nas redes sociais


O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, reforçou nesta semana seus ataques contra jornalistas e veículos da imprensa do país, fazendo uso de graves insultos e até utilizando vídeos violentos, como o publicado neste domingo contra a emissora "CNN".

Após vários dias de polêmica e duras críticas aos apresentadores do programa "Morning Joe", da "MSNBC", Trump dirigiu sua ira hoje à "CNN", através de uma montagem em vídeo no qual aparece agredindo um homem que leva o logotipo da emissora perto de um ringue.

O vídeo fazia parte de uma série de tweets que o presidente publicou ao longo do fim de semana, mensagens na qual Trump reiterou os ataques aos veículos que considera "falsos e fraudulentos". (...)

Trump e McMahon escolheram lutadores para representá-los no ringue, mas, em um momento da luta, Trump se aproximou de McMahon, que estava do lado de fora das cordas, o derrubou no chão e deu socos contra seu rosto. A cena era uma parte do espetáculo...

De Agência EFE